Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Luz de vela
Gladyston costa

O Sol todos os dias,
ao meio dia,
depois de sair da cama,
bem cedo,
olha de cima,
no seu ápice,
a Terra.
Mais tarde, cansado de brilhar,
se finge de vela acesa
e então emana um brilho frágil.
Recosta- se no horizonte
a observar, incólume, a Terra
sumir na escuridão do espaço.

Gladyston Costa


Biografia:
-
Número de vezes que este texto foi lido: 33758


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Coisas e luz Gladyston costa
Crônicas Na janela, a floreira. Gladyston costa
Crônicas Como foi? Foi um sonho meio doido Gladyston costa
Poesias Quase Lua Gladyston costa
Poesias A curruira e o dente de leão Gladyston costa
Poesias O galo e a cidade Gladyston costa
Romance ''Desejo" Gladyston costa
Poesias Uma vida só Gladyston costa
Poesias Novamente o outono Gladyston costa
Poesias Olhos de Vapor Gladyston costa

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 21 até 30 de um total de 48.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Faça alguém feliz - 33866 Visitas
camaro amarelo - 33860 Visitas
Amores! - 33855 Visitas
A menina e o desenho - 33833 Visitas
Desabafo - 33832 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 33828 Visitas
MENINA - 33827 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 33825 Visitas
sei quem sou? - 33822 Visitas
eu sei quem sou - 33817 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última