Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Poema da Volta
maria da graça almeida

Poema da Volta
Maria da Graça Almeida

O trem a balançar me levava,
seguindo a quente manhã,
eu carregava na bolsa
biscoitos e uma maçã.

As casas corriam lá fora,
também o campo e a flor,
tudo era verde no campo,
tudo na flor era cor.

E assim correndo comigo
nem ao menos olhavam o trem,
atordoados, sentindo
o balanço do vaivém.

Trens que seguem ao norte,
trens que rumam ao sul,
uns em preto e prata,
outros pintados de azul.

A viagem fazia-se longa,
eu já um tanto enjoada,
ouvia do trem o apito,
soando-me feito um grito!

E o trem resfolegante se ia...
Na paisagem o olhar eu perdia.
Meus pés com certo inchaço
mostravam um ser em cansaço.

Finalmente adormeci.
Foi sono férreo, profundo,
mas ouço a voz que me chama:
- Moça, já é Pindorama!

Acordei assustada, eu juro!
Era tarde, fazia-se escuro.
Tão grata fiquei nessa hora,
por não me chamarem: senhora!

É que ao deixar a cidade,
era jovem e saí sem vontade...
Agora, voltando senhora,
de volta tenho a mocidade.

Por isso chamada de moça,
pelo guarda do trem que sorria,
digo ainda que estranho lhe soe:
- Seu guarda, que Deus o abençoe!


Maria da Graça Almeida


Biografia:
Maria da Graça Almeida Nascida em Pindorama- São Paulo. Escritora, poetisa, professora, pedagoga e formada em Educação Artística. Possui crônicas, cartas ou poemas, nos sites: • Editora Komedi • Recanto da poesia • Jornal de Poesia • Nave da Palavra • Boneca de Trapo • De amores e saudades • Officina do Pensamento • Poemar • Newsletter-Parque • Ciranda dos versos . Usina deletras...etc Autora de mais de vinte livros para crianças- ainda não publicados-. NOTA: Todos os textos da escritora, neste e em outros sites, publicados, possuem os documentos de registro dos órgãos de direito. Obras Físicas Publicadas - Espelho -Poesias Sem Mistério - A Graça que o bicho Tem- - Que traça sem graça - Mitos do folclore - A Menina da janela - O Cuco Maluco - O besouro doente Classificada em vários concursos literários, tem seus poemas nas coletâneas: • Ordem da Confraria dos Poetas • Ordem Sereníssima da Lira de Bronze • Antologia Poética 2000 • Concurso Talento Literário 2001 • Antologia diVersos • Poemas para crianças Convidada a participar de um manifesto, com o objetivo de registrar a solidariedade brasileira ao Timor Leste, teve publicado, no livro Timor Esperança, o poema: Juramento à Liberdade do Querer.
Número de vezes que este texto foi lido: 54705


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Precipitação maria da graça almeida
Poesias Jeito de sentir maria da graça almeida
Poesias Limites maria da graça almeida
Poesias Dentro de mim maria da graça almeida
Poesias Preciso dizer maria da graça almeida
Juvenil O sapo no buraco maria da graça almeida
Poesias O homem que cortou as minhas árvores maria da graça almeida
Poesias Convívio Virtual maria da graça almeida
Poesias Essência maria da graça almeida
Poesias Cabides humanos maria da graça almeida

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 14.


escrita@komedi.com.br © 2024
 
  Textos mais lidos
Vocabulario nipo-brasileiro (UDONGE) - udonge 54970 Visitas
Amores! - 54864 Visitas
Desabafo - 54853 Visitas
Carta para Sophie Scholl - Junho/2024 - Vander Roberto 54844 Visitas
Delícias da festa junina - Ivone Boechat 54842 Visitas
Dores da paixão - Ivone Boechat 54841 Visitas
Vivo com.. - 54838 Visitas
Leite com Pimenta - Rafael da Silva Claro 54835 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 54834 Visitas
A menina e o desenho - 54834 Visitas

Páginas: Próxima Última