Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A globalização das artes
Francisco Martins Silva

As artes são grandes expressões a embelezarem e a darem sentido ao mundo. Suas várias formas de se apresentarem tornaram-se meios imperdíveis de entretenimento, diversão, aprendizado e empoderamento cultural. Ao longo dos anos as artes vêm contribuindo nas manifestações de dons, vocações e até no aperfeiçoamento profissional de vários artistas como: músicos, cantores, poetas e escritores, artistas plásticos, atores e dramaturgos, dançarinos e coreógrafos, dentre vários outros meios artísticos que suscitam de muitas pessoas dotadas de seus talentos diversos.
São então expressas por meio dos palcos com seus espetáculos que encantam as plateias, nas rádios, teatros, televisões, cinemas... por meio de obras escritas com lançamentos de livros ou artes plásticas com belos quadros em exposições promovendo a divulgação de artes literárias. As galerias, museus, academias de letras e artes, artesanatos... são consideráveis espaços oportunos para essas manifestações. Os meios de comunicação como o rádio, a televisão, revistas, a internet, com a partilha dessas expressões artísticas entre artistas de diferentes países promove um forte elo entre culturas e nações, tendo em vista que as artes culturais promovidas por povos indígenas e demais populações de áreas distantes tornam-se conhecidas. A globalização das artes cresce e expande-se como num horizonte repleto de encantos e entretenimentos contribuindo com o processo de valorização e inclusão de diferentes artes e de diferentes artistas.
Portanto, tem-se a certeza de que as artes são dadivas sagradas com grande força para a formação humana, incentivo à pratica do respeito, meios infalíveis para formação de escolas de artes para recuperação e inclusão de jovens, eleva o nome de artistas e nações pelos seus jogos e espetáculos internacionais, dentre outras importantes utilidades e, por isso, deve-se sempre serem valorizadas e aprimoradas.


Biografia:
Francisco Martins Silva (10 de dezembro de 1974) São Félix de Balsas – Maranhão. Reside em Uruçuí – Piauí. Professor, escritor e poeta. Licenciado em Geografia pela Universidade Estadual do Piauí – UESPI e pós-graduado em Pedagogia Escolar pela Faculdade de Teologia Hokemãn. Possui curso de extensão acadêmica em Ensino Religioso pelo Fórum Nacional Permanente em Ensino Religioso em parceria com a Faculdade São Francisco e Rede Vida de Televisão. Compõe poemas, contos, crônicas e ensaios. É membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni – MG-Brasil, Patrono: Luiz Almeida Cruz; Membro Titular da Litteraria Academiae Lima Barreto cadeira nº 43 do Rio de Janeiro-Brasil; Membro Corresponde Imortal da Academia Luminescência Brasileira (Ciências, Letras e Artes) ALUBRA – cadeira nº 23, Araraquara – SP-Brasil, Patrono: Pio Lourenço Correa; membro correspondente da Academia de Letras e Artes de Fortaleza – ALAF – CE - Brasil, Patrona: Cora Coralina; membro da Academia Mundial de Cultura e Literatura – AMCL, cadeira nº 47, Patrono: Gonçalves Dias, Rio de Janeiro – Brasil; membro correspondente da Academia Pan Americana de Letras e Artes do Rio de Janeiro e membro do Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires - Argentina. Autor do livro Um tributo à natureza pela editora Câmara Brasileira de Jovens Escritores – RJ. Autor da peça de Teatro “Uma ciranda no bosque”. Autor da peça de Teatro “A Senhora dos Livros” da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Autor do conto “A Barca” da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Autor da crônica “Um abraço ao Lago das Águas Claras” da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Autor de “Cirandas Poéticas” – Poesias, da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Recebeu a Medalha de Mérito Literário da Litteraria Academiae Lima Barreto. Rio de Janeiro. Recebeu a Láurea troféu Maestro Wilson Dias da Fonseca pela Academia de Ciências, Letras e Artes - ALUBRA – Araraquara – SP. Recebeu o troféu Evita Perón pelo Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires - Argentina. - É Embaixador pela defesa da paz mundial, direito das mulheres e pela cultura sem fronteiras pelo Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires - Argentina. - É Comendador – Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino - SBACE – São Paulo. - Recebeu a Medalha Cinquentenário das Forças Internacionais de Paz da ONU; honraria concedida pela Associação Brasileira das Forças Internacionais de Paz da ONU – Organizações das Nações Unidas. São Paulo.
Número de vezes que este texto foi lido: 657


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Teatro de Solidão Francisco Martins Silva
Biografias Manoel Pereira da Silva Francisco Martins Silva
Teatro São Félix, um santo que já foi príncipe Francisco Martins Silva
Teatro Uma ciranda no bosque Francisco Martins Silva
Crônicas A globalização das artes Francisco Martins Silva
Artigos Educação Global Francisco Martins Silva
Contos A Barca Francisco Martins Silva
Frases quem são os mestres Francisco Martins Silva
Crônicas Escravatura e abolição – Heróis e heroínas por libertação Francisco Martins Silva
Contos O vale dos cravos Francisco Martins Silva

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 11.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 69376 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55886 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 47375 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44611 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44272 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43897 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42752 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41760 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41521 Visitas
viramundo vai a frança - 40698 Visitas

Páginas: Próxima Última