Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Nota de Repúdio ao Felipe Cereda
Caliel Alves dos Santos

Resumo:
Denúncia sobre campanha de financiamento coletivo.

Por meio dessa carta aberta, venho denunciar o projeto de financiamento coletivo A história perdida de Digimon!, organizada pelo quadrinista Felipe Cereda. O financiamento ultrapassou a meta de arrecadação, se tornando bem-sucedida em 07 de março de 2020. O autor divulgou as recompensas no perfil do Catarse e disse que começaria logo os envios.
     Já estamos em julho de 2020. Vários dos financiadores não receberam suas recompensas. O autor Felipe Cereda não responde nas plataformas e redes sociais. E quando o faz, dá uma resposta padrão, onde tenta atribuir responsabilidades ao Correio e a outros fatores externos. Verificando que não apenas eu me encontro nessa situação, e desejando dar ciência as pessoas, gostaria de deixar minha posição clara.
     Não estou fazendo isso buscando qualquer tipo de reembolso, o valor doado foi irrisório. Me sinto totalmente desrespeitado em meus direitos. Sou cadastrado no Catarse, e já contribui com diversos financiamentos coletivos. Recebendo todos as recompensas até hoje. Quando houve atraso, fui comunicado dos seus motivos e de novos prazos de envio das mesmas recompensas. Isso é ser transparente, responsável e profissional.
     Desde o fim do financiamento coletivo, não recebi código de rastreio, o que me impossibilitou acompanhar a entrega e conferir a veracidade do envio. Esse ano eu já recebi três livros comprados na Amazon, além de recompensas do Catarse, tudo pelo Correio. Uma editora enviou mais duas no fim de junho, as quais estou acompanhando. Logo, o Correio e a pandemia não são desculpas para a não entrega das recompensas.
     Outra coisa relevante, além da já citada falta de transparência, é a resistência ao diálogo. Alguém que deseja resolver um problema não deve se negar a ouvir. Até porque não é o Felipe Cereda que foi lesado em algo, fomos nós, os financiadores da campanha. O autor só nos responde depois que ameaçamos denunciar o projeto no Catarse. Já o denunciei, inclusive, prefiro sempre a ação.
     Se fosse desejo do autor não entregar as recompensas, ou se havia problemas pertinentes ao ato, que nos comunicasse de modo precoce. Ou no mínimo, não fizesse um projeto que incluísse o envio para nós. Há projetos que apenas incluem agradecimentos ou um envio da obra digital. Usar da comunidade dos fãs de Digimon Adventure para obter lucro e se promover, é desonesto, antiprofissional e irresponsável.
     Se você acredita que para ter sucesso é necessário apelar para isso, recomendo reavaliar sua postura. Sucesso para mim não é quando você é reconhecido, e sim realizado. Alguém com suas atitudes não poderá dizer isso. E mesmo que você viva de sua arte, e ganhe rios de dinheiro, me negaria a chamá-lo de profissional. Ser um artista profissional, no seu caso, quadrinista, não é um status, uma posição, um pedestal lustroso onde se senta, é uma atitude construída com amor à arte, auto respeito e responsabilidade com seus compromissos em relação ao público.
     Eu coleciono fanzines nacionais, mantenho bons diálogos com quadrinistas nacionais, divulgo a todos, de acordo minhas condições, e me sinto na obrigação de vir a público e denunciar essa falta de respeito. Isso precariza o mercado nacional de quadrinhos, pois, demonstra irresponsabilidade dos produtores de conteúdo, oportunismo em relação ao Catarse, que é ótima ferramenta para emplacar projetos.
     Se você quer um bom mercado nacional de quadrinhos, uma indústria de cultura pop mais articulada e produtiva, se você é autor ou consumidor, reflita sobre essa situação. Assim você evitará cometer futuros grandes erros, perder potenciais investidores e ficar com nódoas em sua carreira.
     Você, leitor ou leitora, cuidado para que não acabe perdendo tempo, dinheiro e a sua paciência. Quando violado em seus direitos, denuncie, isso também é exercer sua cidadania. Evitará que pessoas desse tipo adquiram mais espaço na cultura, e provoquem mais danos que benefícios aos consumidores e apreciadores de arte e cultura pop.
     Felipe Cereda, você recebeu apoio de youtubers dos canais de Digimon, da comunidade de Digimon em peso. Você foi muito ingrato. Não é digno de nossa ajuda, muito menos de se dizer um representante da comunidade Digimon. Você aprendeu muitas coisas com Digimon, infelizmente não foi com os digiescolhidos. Nem absorveu as lições positivas da série. Você parece estar mais alinhado com os digimals.


Biografia:
Caliel Alves nasceu em Araçás/BA. Desde jovem se aventurou no mundo dos quadrinhos e mangás. Adora animes e coleciona quadrinhos nacionais de autores independentes. Começou escrevendo poemas e crônicas no Ensino Médio. Já escreveu contos, noveletas, resenhas e artigos publicados em plataformas na internet e em algumas revistas literárias. Desde 2019 vem participando de várias antologias como Leyendas mexicanas (Dark Books) e Insólito (Cavalo Café). Publicou o livro de poemas Poesias crocantes em e-book na Amazon.
Número de vezes que este texto foi lido: 291


Outros títulos do mesmo autor

Releases Financiamento coletivo – 10º símbolo Caliel Alves dos Santos
Resenhas Duas asas pra te proteger Caliel Alves dos Santos
Poesias Sátiras unebianas Caliel Alves dos Santos
Artigos Nota de Repúdio ao Felipe Cereda Caliel Alves dos Santos
Resenhas Guia Politicamente Incorreto da Terra Plana Caliel Alves dos Santos
Artigos As idiossincrasias do mercado de quadrinhos nacional Caliel Alves dos Santos
Artigos O coach como vendedor de mentiras Caliel Alves dos Santos
Poesias Poesia marxista Caliel Alves dos Santos
Resenhas O livro dos escritores olimpianos Caliel Alves dos Santos
Contos Preview: Distante do Céu Caliel Alves dos Santos

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 108.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Amores! - 40454 Visitas
TOMO TUDO - sigmar montemor 39897 Visitas
Lamento - FERNANDO 39677 Visitas
Desabafo - 39412 Visitas
MANCHETE DE JORNAL - sigmar montemor 38282 Visitas
Faça alguém feliz - 37582 Visitas
Vivo com.. - 36798 Visitas
Parabéns, Daniel Dantas! - Carlos Rogério Lima da Mota 36395 Visitas
eu sei quem sou - 35741 Visitas
MENINA - 35551 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última