Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A MOSCA
Mosca
MARCO AURÉLIO BICALHO DE ABREU CHAGAS

Resumo:
Poema inspirado no Conto homônimo do livro INTERMÉDIO LOGOSÓFICO de Carlos Bernardo González Pecotche.


                         Pela sujeira e o esterco
                         depois de muito voar,
                         sobre um potinho de mel,
                         uma mosca foi pousar.

Ficaram presas as patinhas
nesse suco coloidal,
sentiu que afundando ia
cada vez que remexia.

                         Uma e outra vez voar
                         sem resultado, tentou.
                         Cansada e sem esperanças
                         ali mesmo agonizou.

Quantos há igual que a mosca,
pela doce sugestão,
atraídos às coisas fáceis
nelas afundando vão.

                         Incapazes o mistério,
                         encerrado perceber,
                         no domínio do objeto,
                         presumiram exercer.

                         ***

                         
                              


Biografia:
Advogado especialista nas áreas comercial e tributária. Foi consultor jurídico da ACMINAS – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MINAS. Sócio do CUNHA PEREIRA & ABREU CHAGAS – Advogados Associados. Curador Especial nomeado por Juízes Federais e Estaduais. Atua junto aos TRIBUNAIS SUPERIORES. Assessor do SIM – INSTITUTO DE GESTÃO FISCAL. marcoaureliochagas@gmail.com
Número de vezes que este texto foi lido: 33827


Outros títulos do mesmo autor

Poesias PACIÊNCIA DE DEUS Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias SEPARATISMO Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias A PACIÊNCIA Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias O ERRO Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias A CARRUAGEM DO DESTINO Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias A GOIABEIRA Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias INDIFERENÇA E OUTRO TANTO... Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias UVAS Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias LEMBRANÇAS EM PEDAÇOS Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias SONHO PRECURSOR Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 131.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 53770 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 45310 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 44214 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 42434 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 41798 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 41642 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 41616 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 41385 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 41248 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 41138 Visitas

Páginas: Próxima Última