Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Luz de vela
Gladyston costa

O Sol todos os dias,
ao meio dia,
depois de sair da cama,
bem cedo,
olha de cima,
no seu ápice,
a Terra.
Mais tarde, cansado de brilhar,
se finge de vela acesa
e então emana um brilho frágil.
Recosta- se no horizonte
a observar, incólume, a Terra
sumir na escuridão do espaço.

Gladyston Costa


Biografia:
-
Número de vezes que este texto foi lido: 33792


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Porco tem alma? Gladyston costa
Poesias LUA E CIDADE Gladyston costa
Poesias MINHA QUERIDA DAMA DA NOITE Gladyston costa
Poesias Sobre a noite e a ciência Gladyston costa
Poesias Flor de Arueira Gladyston costa
Poesias Paredes Gladyston costa
Poesias Acidez e Mariposas Gladyston costa
Poesias "Reluzente " Gladyston costa

Páginas: Primeira Anterior

Publicações de número 41 até 48 de um total de 48.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
COLETÂNEAS CULTURAIS 2 - paulo ricardo a fogaça 0 Visitas
frase 68 - Anderson C. D. de Oliveira 0 Visitas
Me - Anderson C. D. de Oliveira 0 Visitas

Páginas: Primeira Anterior