Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Nossa inteligência é ficção
DIRCEU DETROZ

Apesar de se dizer inteligente, a raça humana não dispõe de qualquer parâmetro para o significado do que é ser inteligente. Ter apenas teorias e crenças para estarmos aqui não são bons sinônimos de inteligência. Entre tantas coisas ainda tratadas como ficção, a nossa inteligência é uma delas.

Uma das máximas usadas é a de que somos inteligentes porque dominamos o planeta. Os dinossauros dominaram o planeta por milhões de anos. Foram extintos por um evento cósmico. Estudados, concluiu-se que eles não eram inteligentes. O evento da nossa extinção será o causado pela nossa suposta inteligência.

Um dos contrapontos visando provar a inteligência dos humanos é a criação da tecnologia. Ultimamente a ciência tem se vangloriado demais do seu mais recente bichinho de estimação. A Inteligência Artificial tem sido pau para toda obra. Embora muitos ainda estejam em negação é a nova divindade adorada. Então a pergunta seria: Por que uma raça inteligente necessita da ajuda de uma inteligência artificial?

Como sociedade criamos alguns padrões e comportamentos para a inteligência. Ainda crianças na escola, ser inteligente é receber nota dez na prova e no boletim. Depois a inteligência nos distingue com um diploma na mão. No Brasil, subimos um degrau na escada da inteligência com uma nota dez na redação. Jamais uma raça inteligente perderia tempo criando ou resolvendo testes de Q.I.

Matt Haig escreveu o livro de ficção “Os Humanos”. Nele um ET “vonoriano” chega à Terra. Um matemático teria resolvido a “Hipótese de Riemann”, um dos sete Problemas do Milênio. As outras civilizações temem que com os segredos dos números primos, a inteligência humana atinja um status capaz de antecipar sua extinção. A missão do ET é eliminar o matemático. Os humanos vencem usando como armas os sentimentos.

O livro deixa a ficção de lado ao falar de Grigori Perelman. Esse matemático russo solucionou em 2003 a “Conjectura de Poincaré”, diminuindo os Problemas do Milênio para seis. Se é complicado até entender o enunciado da Conjectura de Poincaré formulada por Henri Poincaré em 1900, imagino então solucioná-lo.

O Instituto Clay de Matemática instituiu um prêmio de um milhão de dólares para quem solucionar um desses problemas. Aqui entram os padrões e os comportamentos. Onde dependendo da ótica que se olhe, tentamos criar parâmetros para o que é ser inteligente.

Grigori Perelman recusou o prêmio de um milhão de dólares. Preferiu continuar vivendo na Rússia com uma bolsa de cem dólares por mês. Para os capitalistas essa atitude certamente não foi inteligente. Não cortar as unhas é comportamento de uma pessoa inteligente? Perelman nunca cortava as dele. Possivelmente os humanos jamais encontrarão parâmetros para a inteligência. Até à extinção, viveremos da ficção.


Biografia:
Sou catarinense, natural da cidade de Rio Negrinho. Minhas colunas são publicadas as sextas-feiras, no Jornal do Povo. Uma atividade sem remuneração.Meus poemas eu publico em alguns sites. Meu e-mail para contato é: dirzz@uol.com.br.
Número de vezes que este texto foi lido: 33827


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas A pandemia do egoísmo DIRCEU DETROZ
Poesias Oceanos no centro da Terra DIRCEU DETROZ
Crônicas Da placenta ao Antropoceno DIRCEU DETROZ
Crônicas A garota dos coturnos voltou DIRCEU DETROZ
Crônicas Os ossos esquecidos DIRCEU DETROZ
Poesias MUROS DIRCEU DETROZ
Crônicas O monstro, a ciência e as reflexões DIRCEU DETROZ
Crônicas Nossa inteligência é ficção DIRCEU DETROZ
Crônicas Os biosferanos DIRCEU DETROZ
Crônicas Um desengonçado Daniel DIRCEU DETROZ

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 1024.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 48317 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42564 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 41805 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 40765 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 40399 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 40106 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 39973 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 39941 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 39752 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 39715 Visitas

Páginas: Próxima Última