Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Sobre quando se morre
DIRCEU DETROZ

Para quem está atento ao noticiário da mídia escrita e falada sobre a Covid-19, é possível fazer duas afirmações. A primeira. Nunca antes na história moderna a palavra morte esteve tão presente no nosso dia a dia. Ela incorporou-se em cada um de nós quase como uma outra espécie de vírus. O medo não é de ser infectado. É de morrer.

A segunda é sobre a ciência. Longe das redes sociais onde se discute a ideologia dos remédios, correndo atrás de uma cura ou vacinas, a ciência foi desbravando o seu espaço na mídia. Agora quase em todos os grandes jornais do país, a ciência também é um assunto diário. O jornal O Globo, por exemplo, criou “A Hora da Ciência”.

É sobre um artigo escrito por Roberto Lent para “A Hora da Ciência” sobre a morte que falaremos. O título é “Os sinais ocultos de consciência nos pacientes à beira da morte”. Lent é neurocientista, professor emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro e pesquisador do instituto D’Or. “Sobre Neurônios Cérebros e Pessoas” e “Cem bilhões de Neurônios” são livros escritos pelo autor do artigo.

Lent nos conta ser fácil saber quando uma pessoa está morta. O corpo sem movimento, o coração parado, sem respiração e silêncio no cérebro. Antes da morte existe o que Lent chama de “transição” que é um processo lento. Saber em que ponto desta transição a pessoa se encontra é onde reside o problema. Em que momento da transição a morte é definitiva ou haverá a chance de regresso à vida.

Lent explica as diferenças entre o coma, o estado vegetativo e o estado de consciência mínima. Em todos não há comunicação da pessoa com o mundo e se diz que ela perdeu a consciência. Entretanto, em todos esses casos, a evolução pode terminar na morte ou em vida. Os neurocientistas buscam por respostas para essa transição.

Com a ajuda da ressonância magnética pesquisadores sugeriram a pacientes nesses estados se imaginar indo de um cômodo a outro da casa. Houve atividades cerebrais nas regiões da memória espacial. Ao pedido para se imaginar jogando tênis, regiões do planejamento e execução motora se ativaram.

Outro pedido foi feito no ouvido dos pacientes. Imaginar um passeio como um “sim” à próxima pergunta, e um tênis como “não”. Então perguntou-se se o nome do paciente era tal. Com atividade, as áreas cerebrais responderam corretamente com sim e não todas as perguntas.

Então chega a vez da ética entrar na equação. E se o paciente fosse induzido a responder com um sim ou não se quer continuar vivo. Uma resposta seria aceita pelas leis? O que diriam as religiões? Não está no artigo, mas sabendo disto muitos familiares iriam querer que essa pergunta fosse feita no ouvido de algum ente querido. Sem precisar de respostas, Lent afirma que hoje a probabilidade de acerto entre a vida e morte é boa.


Biografia:
Sou catarinense, natural da cidade de Rio Negrinho. Minhas colunas são publicadas as sextas-feiras, no Jornal do Povo. Uma atividade sem remuneração.Meus poemas eu publico em alguns sites. Meu e-mail para contato é: dirzz@uol.com.br.
Número de vezes que este texto foi lido: 244


Outros títulos do mesmo autor

Crônicas Os donos da nossa privacidade DIRCEU DETROZ
Crônicas Da felicidade ao necroceno DIRCEU DETROZ
Poesias DEVORADOS DIRCEU DETROZ
Poesias DESVIOS DIRCEU DETROZ
Crônicas Humanos demais DIRCEU DETROZ
Poesias BANDEJAS DIRCEU DETROZ
Crônicas As araucárias do sul DIRCEU DETROZ
Crônicas As teorias do charuto DIRCEU DETROZ
Poesias TEUS CABELOS DIRCEU DETROZ
Poesias INSÓLITO DIRCEU DETROZ

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 1014.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 69481 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55930 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 47972 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44652 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44303 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43924 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 43151 Visitas
viramundo vai a frança - 42800 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41883 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41556 Visitas

Páginas: Próxima Última