Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Costurando as lembranças de uma vida
Caliel Alves dos Santos

Resumo:
Margarida é uma escritora do interior da Bahia, daquelas com muita história para contar.

O ser humano é excepcional em muitas coisas. A construção de uma vida cria eventos e armazena memórias em um indivíduo. A memória é algo fluído, pois nasce do jogo do lembrar-esquecer. Lembramos o que fica marcado em nossa memória. Fixar depende muitas vezes de uma grande dose de amor e afeto, ou outra coisa ainda maior. Mas em relação a memória é certo, quando entrelaçada a outros, se torna mais forte.
     A autora e poetisa Margarida Maria de Souza, através desse livro de memórias autobiográficas, nos revela o quanto as memórias podem ser poderosas, dramáticas, e por vezes sublimes! No seu livro Memórias Entrelaçadas, ele retoma não apenas os seus passos, mas o de toa sua família. É com nostalgia e reverência que ela começa a narrativa nos longínquos anos de 1939, com o seu pai Teodoro e a sua mãe Raquel.
     Filho de sertanejos originais de Uauá e Tucano, respectivamente, como bem gosta de frisar, a escritora vai construindo com fontes e relatos e reconstruindo com a afetividade aquela vida sofrida, mas prazerosa de tempos idos. O pai, homem honesto e respeitável, fará de tudo o possível para suster sua numerosa família. A mãe, batalhadora e de sonhos generosos para com os seus filhos, lhe será o braço direito nessa empreitada.
     Margarida faz das suas memórias interconectadas com a de seus familiares ou parentes um túnel do tempo, e cada época e lugar ocupa um lugar diferente a ser visitado, revisitado e admirado por quem lê. É graças ela que sabemos da proximidade da presidência Varguista com os funcionários públicos, da demora nos pagamentos dos salários, da difícil tarefa de erradicar a peste bubônica no interior da Bahia.
     Muitas das histórias contidas no livro trazem tons de uma alegria juvenil, outras, de uma obscura lembrança maculada pelo racismo, da misoginia e preconceito quanto a sua origem humilde. Tudo que essa mulher conquistou em sua vida foi através de lutas diárias e sobre-humanas, onde as esperanças em dias melhores eram alimentadas com orações a Deus e promessas aos santos de sua devoção.
     Como não se alegrar quando suas filhas e filhos se formam no Ensino Superior, casam ou lhes dão netos? Como não se irritar quando sofre no casamento por causa de seu marido, lhes fecham portas que deveriam estar sempre abertas ou ao acordar e lhe acontecer um acidente quando sai as ruas? O livro nos conquista a cada virada de página. É num verso que se constrói um poema de uma vida, e é com as más lembranças que forjamos a vitórias de anos de luta.
     O livro é mais que um registro memorial de uma mulher, mais que o patrimônio de uma família numerosa, é um testemunho vivo de que dias ruins não nos privam de sonhos maravilhosos. Margarida é um exemplo de ser humano e de artista. Suas conquistas lhes serão eternas, e só com muita ingratidão dos que a conheceram há de ser esquecida, e quem incorrerá nesse pecado?
     O livro é indicado para todas as idades. Nele veremos como uma mulher não apenas edifica a sua casa com sucesso, mas também parte de uma sociedade, pois sendo a família eixo da sociedade, educar filhos e manter o seu equilíbrio e estabilidade é uma função social. Determinação que Margarida cumpriu muito bem com todos os anos de estudo e trabalho duro.
     É com muita generosidade e honestidade que ela divide suas memórias entrelaçadas, pois são tão suas quanto as de sua família. O livro é publicado pela Scortecci Editora e tem mais de 434 páginas, orelha de Osmar Pereira de Souza e prefácio de Walter Pereira de Souza. O tomo tem um extenso catálogo de fotos, que são um charme à parte. São muito bonitas, e mostra bem as transformações que a escritora e sua prole sofreram ao longo dos anos.
     Apesar da ótima capa formada com colagens de fotografias da família de Margarida, o nome da autora não consta na capa! Na contracapa do livro, tem outro erro grave, a autora faz parte da Casa do Poeta de Alagoinhas (CASPAL) e não da Casa de Cultura de Alagoinhas, instituição essa que não sei se existe. Embora seja a 2ª edição do livro, a revisão foi muito falha em pontuações, apostos e nomes em caixa alta para destaques, não achei necessários, todos os personagens aqui são destacáveis naturalmente.

O livro custa R$ 50,00, tem 400 páginas e orelhas.
Você pode adquirir o livro entrando com contato com a autora:
https://www.facebook.com/margaridamariade.souza


Biografia:
Caliel Alves nasceu em Araçás/BA. Desde jovem se aventurou no mundo dos quadrinhos e mangás. Adora animes e coleciona quadrinhos nacionais de autores independentes. Começou escrevendo poemas e crônicas no Ensino Médio. Já escreveu contos, noveletas, resenhas e artigos publicados em plataformas na internet e em algumas revistas literárias. Desde 2019 vem participando de várias antologias como Leyendas mexicanas (Dark Books) e Insólito (Cavalo Café). Publicou o livro de poemas Poesias crocantes em e-book na Amazon.
Número de vezes que este texto foi lido: 33761


Outros títulos do mesmo autor

Resenhas Oxente, tá aí um mangá que eu queria ler! Caliel Alves dos Santos
Artigos Conceitos e discursos sobre a auto inscrição africana Caliel Alves dos Santos
Artigos Precisamos falar sobre o Felipe Neto Caliel Alves dos Santos
Releases Financiamento coletivo – 10º símbolo Caliel Alves dos Santos
Resenhas Duas asas pra te proteger Caliel Alves dos Santos
Poesias Sátiras unebianas Caliel Alves dos Santos
Artigos Nota de Repúdio ao Felipe Cereda Caliel Alves dos Santos
Resenhas Guia Politicamente Incorreto da Terra Plana Caliel Alves dos Santos
Artigos As idiossincrasias do mercado de quadrinhos nacional Caliel Alves dos Santos
Artigos O coach como vendedor de mentiras Caliel Alves dos Santos

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 111.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 34268 Visitas
Um dia serei algo - José Rony de Andrade Alves 34263 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 34260 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 34258 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 34247 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 34220 Visitas
Pou, a Majestade Não-Zoombi - Alice Silva 34195 Visitas
A tristeza no Nordeste - Wanessa Daiana de Brito 34194 Visitas
Conexão - Luca Schneersohn 34189 Visitas
Tempo - Luiz Fernando Sacramento Lusoli 34167 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última