Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Tem um fugitivo da policia em minha casa
Tem um fugitivo da policia em minha casa
joao bernardes da silva filho

Olindo sempre saía de sua residência ás 05:00 da manhã. Serviço que lhe roubava muito tempo de sua vida,quase não tinha folga para esta como a mulher. Era um fenômeno matematicamente certo, podia ser feito até uma equação ; saia ás 05:00 e voltava somente ás 22:00. Para Marlene, só restava aguardara a volta do marido.
Na monótona rotina, Olindo foi para o trabalho naquela manha de 3 de fevereiro de 1999. À distancia de 100 metros da casa percebe que esqueceu as folhas de oficio. Volta rapidamente como se presumisse que algo de ruim fosse acontecer.
Bate na porta da casa nº 23 da rua bela esperança,mas a sua insistência que seus punhos ficam avermelhados. Mas, sua esposa não vem abrir a porta. Grita,bate palmas e toca a campainha. Chupa e a esmurra e nada. Lá de dentro escuta uma voz de mansinho.

___ Calma,já estou abrindo deixa de ser afoito.

A mulher falou mas, não veio. Depois que ela percebe que o marido esta batendo na porta corre em direção a sala.

___Que foi?
___Eu é que pergunto,passei 20 minutos e você só vem agora.

Olha a mulher, e ver que esta só de calcinha e sutiã, e toda perfumada

____Mulher por que está deste jeito?
____É devido esta fazendo muito calor.
____E o perfume ?
____Foi porque quando estava no quarto quebrei o frasco, e mim molhei com algumas gotículas.
¬¬__Tá certo mas, seus lábios estão com batom.
___Amor, é porque eles estão ressequidos.
___Por que esta maquiada?
¬____Meu bem, você lembra que ela foi presente seu. E sempre pede para eu usa-la. Agora mim deu uma veneta e a passeiem meu rosto.


Depois da caprichosa conversa, Olindo vai pegara na escrivaninha as folhas e deu um caloroso beijo. Mas,quando ia saindo escuta um barulho que vem da cozinha.
____Marlene, você ouviu ?
_____È o gato do vizinho.
_____Não, isto definitivamente não é um bichano.
_____Olindo , você esta procurando “ chifres em cabeça de cavalo”. Esse barulho que ouviu é de um gato.

A curiosidade foi maior que ele, quando chegou na cozinha as porta às escancaras. Liga a luz. Um enorme susto veio á tona, tem um homem de cueca debaixo da mesa.
____Quem está ai? Aparece estou armado.
____Oh, amigo desculpe-me por entrado em sua casa desta maneira
_____O que você esta fazendo?
______É porque estou fugindo da policia.

Olindo bondosamente desculpa o fugitivo e pede que ele vá embora antes que a policia chegue.

___chispa daqui não quero encrenca com a policia. Sou um homem honesto e trabalhador.
___Ta certo prometo que não mais irei vi aqui.
___Por que você esta fingindo ?
___Foi porque um eu estava na casa de um corno e ele chamou a policia, dizendo que eu estava roubando.
___vá embora já ouvi demais.


Olindo fecha a porta , e depois volta para a sala. Onde Marlene lhe pede mil desculpas.

__Amor por que esta fazendo isto? Era apenas um fugitivo da policia. Vê se fecha bem estas postas já a décima vez que encontro um cara fugitivo da policia debaixo da mesa nesse mês, não quero encrenca com a justiça. Por isso mandei ele ir embora.
     ____Meu bem, você fez o certo. E se você não tivesse chegado o que ele teria feito comigo?

Como se fosse um fenômeno matematicamente preciso, Olindo pegou suas coisas beijou a mulher e foi trabalhar.












Biografia:
LICENCIANDO EM HISTORIA

Este texto é administrado por: JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Número de vezes que este texto foi lido: 33791


Outros títulos do mesmo autor

Contos Fio da barba do meu avô. JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Discursos Ovelhas nuas e nuvens negras. JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Poesias Balé russo. JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Contos Meu pé de manga-rosa. JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Contos O gato preguiçoso e a assembleia dos ratos. JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Humor VICE-VERSA JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Poesias SEM TITULO JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Poesias Foi dormindo que partirdes JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Poesias TAPADO JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO
Poesias ASSIM ME DISSE CAMOES JOAO BERNARDES DA SILVA FILHO

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 42.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2021
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 48309 Visitas
IHVH (IAHUAH) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 42564 Visitas
Sem - ANDERSON CARMONA DOMINGUES DE OLIVEIRA 41789 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 40759 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 40399 Visitas
Os Morcegos - Nato Matos 40106 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 39967 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 39935 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 39746 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 39711 Visitas

Páginas: Próxima Última