Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A VIDA E OUTROS TEMAS...
Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas


A VIDA
        Marco Aurélio Chagas

O páramo ou a estepe,
a vida não pode ser,
em cujos confins imensos
devemos, sim, nos perder.

É preciso fazer dela
um lugar pleno de encantos
e de cores da aquarela
e não um vale de prantos.


EXCESSOS DE ILUSÃO

O entusiasmo que surge
de uma esperança não deve
ser inflado por excessos
de ilusão, porque não serve.


A EQUANIMIDADE

É o sentido da justiça
e a medida sempre exata
com que se pode ajuizar
os valores bem opostos.


O CONTEÚDO DA VIDA

O conteúdo da vida
é feito de atividade,
devendo ser bem provado,
em toda e qualquer idade.


A SOBERBA

A soberba é a mente
embriagada de ficção,
do instinto, o absolutismo;
reverso da compaixão.


ASSEIO

Sede esmerados no trajar
e no pensar, pois haverá
mui limpeza em vossa conduta
e padecer evitará.


AMOR À VIDA

Sentir a vida intensamente,
experimentar com vigor
a realidade do existir
é encará-la com amor.


O TEMPO

O tempo fantasmagórico
que angustia e agita,
nada tem a ver com o autêntico,
que por sobre nós gravita.


SABER ESPERAR

Cada coisa requer tempo
e é bom saber esperar,
pra que os projetos não venham
fatalmente a malograr.


FRAQUEZA

É uma fonte tributária
do instinto, com certeza,
a debilidade ou
a tal chamada fraqueza.


A MORTE

A morte é indiferente
a tudo, e não há clemência;
assemelha-se ao mutismo
da tumba, em sua essência.


EXCESSO DE PALAVRAS

Soa vazio o excesso
de palavras, eis então
o cuidado que se tem
em falar com concisão.


E que ninguém toma a sério,
aquele que muito fala.
Por vezes é mais prudente
não incomodar c´a charla.


RANCOR

É uma exsudação mental
cujos tóxicos provocam
constante envenenamento
psíquico que nos chocam.


FALCÕES DA DIALÉTICA

Os falcões da dialética
política, social
ou então religiosa,
com vigor descomunal,


que atordoando as mentes
em vôos da imaginação
vão apanhar suas presas,
as eleitas de antemão.


EM JOÃO PESSOA

É na orla de João Pessoa,
murada do calçadão,
onde as ondas vão bater,
em intensa profusão.


CAPITAL DA MALÁSIA

Parques e largas avenidas
compõem esse lindo cenário
da capital Kuala Lumpur,
ao ser vista em qualquer horário.


A ILUSÃO

Um véu mágico e esplendoroso
que oculta com muita amplidão
a tão real face das coisas
não é outro que a ilusão.


O ISOLAR-SE

É um erro o isolar-se
cuja persistência leva
a lamentáveis extremos
de misantropia serva.


ACASO

Sob o fascínio do acaso
chega a tudo arriscar,
sem pensar nas consequências.
Não se pode confiar.


CONFIAR

Devemos tudo esperar
da própria capacidade,
confiando em si mesmo;
Real possibilidade.


LIBERDADE/RESPONSABILIDADE

Não se concebe a liberdade
e nem se exerce cabalmente
se a tal responsabilidade
não a acompanha, certamente.


Biografia:
Advogado especialista nas áreas comercial e tributária. Foi consultor jurídico da ACMINAS – ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DE MINAS. Sócio do CUNHA PEREIRA & ABREU CHAGAS – Advogados Associados. Curador Especial nomeado por Juízes Federais e Estaduais. Atua junto aos TRIBUNAIS SUPERIORES. Assessor do SIM – INSTITUTO DE GESTÃO FISCAL. marcoaureliochagas@gmail.com
Número de vezes que este texto foi lido: 33764


Outros títulos do mesmo autor

Poesias TROVINHAS INSPIRADAS NUMA NOVA CULTURA Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias A PALAVRA CRISE Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias A VINCULAÇÃO CONSCIENTE COM O CRIADOR Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias O PROGRESSO e outros temas Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias INTUIÇÃO e outros poemas Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias A VIDA E OUTROS TEMAS... Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias PODAR A ÁRVORE Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias TRÊS CARACTERES DA FORÇA; ADAPTAÇÃO; O FATALISMO Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias O TRAVESSEIRO e outros assuntos Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas
Poesias BLOQUEIO MORAL; VAGA-SE PELO MUNDO... Marco Aurélio Bicalho de Abreu Chagas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última

Publicações de número 11 até 20 de um total de 131.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Os Morcegos - Nato Matos 34153 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 34141 Visitas
Um dia serei algo - José Rony de Andrade Alves 34140 Visitas
NÃO ERA NADA - Alexsandre Soares de Lima 34134 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 34130 Visitas
MILA, A MENINA QUE MORAVA DENTRO DE UM COGUMELO - Saulo Piva Romero 34129 Visitas
A tristeza no Nordeste - Wanessa Daiana de Brito 34118 Visitas
Pou, a Majestade Não-Zoombi - Alice Silva 34099 Visitas
Conexão - Luca Schneersohn 34087 Visitas
Tempo - Luiz Fernando Sacramento Lusoli 34045 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última