Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Direto ao Ponto
Rafael da Silva Claro



Estreou como era esperado, com o pé direito. O novo programa de entrevistas, da Jovem Pan, Direto ao Ponto, não é, necessariamente, de direita. Apenas preza pela verdade, a não lacração, o respeito aos fatos e a honestidade ideológica dos participantes, bem como da escolha deles.

O programa ocupa em credibilidade o espaço abandonado pelo, antes muito bom, agora muito ruim, Roda Viva. O antigo programa da Cultura resolveu lacrar, falar mal do Brasil, massacrar a verdade e a lógica. O Roda parece uma estatal inchada e paquidérmica. Estatal ele é, porque a TV pertence ao Estado de São Paulo.

A nova atração é apresentada por Augusto Nunes e estreou com uma equipe de entrevistadores muito boa. O entrevistado foi o vice-presidente do Brasil, general Hamilton Mourão. Os participantes eram:

▪️Augusto Nunes: jornalista à velha-guarda. Busca a verdade dos fatos, sabendo que a verdade é o que aconteceu, não a interpretação sempre subjetiva do ocorrido;

▪️Hamilton Mourão: apesar da cultura geral e maneira fácil de se falar e ser compreendido, eu já assisti a muitas entrevistas dele. A diferença que me fez ver o programa foi o time de entrevistadores;

▪️Leda Nagle: o seu nome é uma grife, porque transcende qualquer veículo de comunicação, prova disso é que ela trouxe prestígio e credibilidade ao seu canal, no caótico YouTube. Sempre sorrindo, ela arranca grandes respostas;

▪️Thaís Oyama: com aquela carinha de zen budista, a jornalista logo nos convence de que trata-se de uma samurai. A japonesinha (brasileira) faz perguntas incomodas, direto ao ponto;

▪️Roberto Cabrini: também com perguntas contundentes, não faz nenhuma questão de ser “amigão” do interrogado. É até estranho vê-lo numa bancada, estou acostumado com o Cabrini disparando uma metralhadora giratória de perguntas reveladoras, como em um interrogatório policial. Talvez a falta desse privilégio fez com que ele, nos estertores do programa, sem som, reclamasse com o âncora; e

▪️Guilherme Fiuza: também fiel aos fatos, e não a interpretações enviesadas e, por isso, criativas (erradas), comenta como se estivesse lendo, devido a precisão.

Direto ao Ponto preenche o espaço deixado vago pelo Roda Viva. O Roda, que já foi excelente, virou uma ação entre amigos, na qual pessoas recalcadas e amarguradas se reúnem para chorar suas lamentações. Tornou-se uma terapia em grupo que os resultados duram 45 minutos. O final do dia, de cada um ali, é chorar no chão do banheiro em posição fetal.


Biografia:
Ensino secundário completo. Trabalhei em várias empresas, fora da literatura. Tenho um blog, onde publico meus textos: “Gazeta Explosiva” Blogger
Número de vezes que este texto foi lido: 33762


Outros títulos do mesmo autor

Ensaios Seus problemas acabaram Rafael da Silva Claro
Ensaios Carrefour Rafael da Silva Claro
Crônicas Futebol “du bom” Rafael da Silva Claro
Ensaios Pandemia Eleitoral Rafael da Silva Claro
Ensaios I see dead people voting Rafael da Silva Claro
Ensaios Zona eleitoral americana Rafael da Silva Claro
Ensaios 2 em 1 Rafael da Silva Claro
Ensaios Obrigado não Rafael da Silva Claro
Ensaios O Conto da Vacina Rafael da Silva Claro
Ensaios Fatos & Fotos Rafael da Silva Claro

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 70.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 34463 Visitas
LÍRIO - Alexsandre Soares de Lima 34373 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 34364 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 34359 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 34359 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 34347 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 34337 Visitas
A Carta Gelada - José Rony de Andrade Alves 34333 Visitas
Como posso desenvolver uma campanha de marketing - Antonio 34333 Visitas
A TRISTEZA E O SIM DA VIDA - Alexsandre Soares de Lima 34317 Visitas

Páginas: Próxima Última