Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A GALINHA E O PORCO
Saulo Piva Romero

ERA UMA VEZ UMA GALINHA E UM PORCO QUE ESTAVAM PASSEANDO PELA FAZENDINHA ONDE VIVIAM.
ELES HAVIAM SE TORNADOS GRANDES AMIGOS NO DIA EM QUE O PORCO LIVROU A GALINHA DAS GARRAS DE UMA RAPOSA QUE JÁ ESTAVA PRONTA PARA COMÊ-LA.
O PORCO CHEGOU A TEMPO DE EVITAR QUE A VELHA RAPOSA TERMINASSE A SUA REFEIÇÃO E LHE SURROU ATÉ QUE ELA FICASSE SEM FORÇAS E SOLTASSE A GALINHA QUE CACAREJAVA DESESPERADAMENTE.
DESSE DIA EM DIANTE, A GALINHA E O PORCO SEMPRE ANDAVAM JUNTOS PELA FAZENDINHA.
CERTO DIA QUANDO O FAZENDEIRO CHEGOU DE VIAGEM, OS PRIMEIROS ANIMAIS QUE ELE AVISTOU FORAM A GALINHA E O PORCO.
ENTÃO, O FAZENDEIRO COM CARA DE POUCOS AMIGOS DISSE A ELES QUE OS DOIS SERIAM OS RESPONSÁVEIS POR PREPARAR UM CAFÉ DA MANHÃ DIFERENTE PELAS PRÓXIMAS DUAS SEMANAS.
O CRUEL FAZENDEIRO AINDA FEZ MUITAS AMEAÇAS CONTRA OS DOIS AMIGOS DIZENDO QUE SE HOUVESSEM FALHAS NA PREPARAÇÃO DO CARDÁPIO DO CAFÉ DA MANHÃ EM UM DESSES DIAS, ELE MESMO PREPARARIA BACON COM OVOS PARA COMEÇAR O DIA.
QUANDO O FAZENDEIRO VIROU AS COSTAS E FOI EMBORA, A GALINHA E O PORCO FICARAM COM UM NÓ NA GARGANTA DE TÃO AMEDRONTADOS QUE ESTAVAM.
ENTÃO, A GALINHA E O PORCO FORAM IMEDIATAMENTE PARA A COZINHA DA FAZENDA PARA PREPARAR O CARDÁPIO DO CAFÉ DA MANHÃ DAS DUAS PRÓXIMAS SEMANAS.
ELES ESTAVAM SE ESFORÇANDO AO MÁXIMO PARA AGRADAR O EXIGENTE FAZENDEIRO.
ELES PREPARARAVAM O CAFÉ DA MANHÃ COM AMOR, CARINHO E CUIDADO PARA QUE TUDO SAÍSSE COMO O FAZENDEIRO HAVIA ORDENADO.
NOS PRIMEIROS DIAS, OS DOIS SE SAÍRAM MUITO BEM NO CUMPRIMENTO DE SUA MISSÃO. MAS, NOS OUTROS DIAS, O PORCO COMEÇOU A PREPARAR O INGREDIENTE SOZINHO E PASSOU A NÃO DIVIDIR MAIS AS TAREFAS COM A GALINHA.
ESSA ATITUDE EGOÍSTA DO PORCO EM QUERER ADRADAR AO FAZENDEIRO, ASSUMINDO SOZINHA A RESPONSABILIDADE DE PREPARAR O CAFÉ DA MANHÃ FEZ COM QUE A AMIZADE ENTRE A GALINHA E O PORCO ESFRIASSE.
POR MAIS QUE O PORCO UM DIA HAVIA SALVADO A VIDA DA GALINHA A LIVRANDO DAS GARRAS DA VELHA RAPOSA, ELA FICOU MUITO MAGOADA COM O PORCO.
ENTÃO, ELA APROVEITAVA O TEMPO LIVRE PARA CISCAR O CHÃO E PROCURAR MINHOCAS PARA SACIAR A FOME JÁ QUE NÃO TINHA MAIS TAREFAS PARA CUMPRIR.
E O PORCO FOI SE COMPLICANDO CADA DIA MAIS, POIS, AS SUAS TAREFAS FORAM SE MULTIPLICANDO, POIS, JÁ NÃO CONTAVA MAIS COM A PRECIOSA AJUDA DA GALINHA.
ISSO FEZ COM QUE ELE COMEÇASSE A ERRAR A MEDIDA DOS INGREDIENTES QUE SERIAM SERVIDOS AO FANDEIRO NO CAFÉ DA MANHÃ.
OS DIAS COMEÇARAM A PESAR NAS COSTAS DO PORCO QUE SEM A AJUDA DA GALINHA PASSOU A GASTAR GRANDE PARTE DO SEU DIA PREPANDO PRATOS QUE SERIAM SERVIDOS NO DIA SEGUINTE AO FAZENDEIRO.
ENTÃO, O PORCO QUE AGORA TRABALHAVA SOZINHO, PASSOU A TER UM TEMPO MUITO CURTO PARA PODER PREPARAR PRATOS SABOROSOS.
COM ISSO, ELE COMEÇOU A FICAR ESTRESSADO E ISSO SE REFLETIU NA PREPARAÇÃO DOS INGREDIENTES E COM ISSO A QUALIDADE DO CAFÉ DA MANHÃ PREPARADO PELO PORCO JÁ NÃO ERA MAIS A MESMA E ISSO PASSOU A DESAGRADAR O FAZENDEIRO QUE ACABOU PERDENDO A PACIÊNCIA.
ENTÃO, O FAZENDEIRO TOMADO PELA RAIVA, FOI ATÉ O CHIQUEIRO E LAÇOU O PORCO E LOGO EM SEGUIDA FOI AO GALINHEIRO E AGARROU A GALINHA COM AS DUAS MÃOS.
O PORCO ESTAVA TREMENDO E SUANDO FRIO, POIS, JÁ SABIA O SEU DESTINO, MAS, A GALINHA CONTINUAVA TRANQUILA, POIS, SABIA DESDE O INICIO QUE NADA DE MAL IRIA ACONTECER COM ELA, POIS, ELA SÓ ENTROU NESSE DESAFIO PARA AJDAR A SALVAR A VIDA DO PORCO, ASSIM COMO UM DIA ELE HAVIA SALVADO A VIDA DELA, MAS POR CAUSA DO SEU EGOÍSMO, ELA NÃO PODE SALVAR A VIDA DELE.
ASSIM, O FAZENDEIRO CUMPRIU O QUE HAVIA DITO E ASSIM SACRIFICOU O PORCO QUE SE TRANSFORMOU EM VÁRIOS PEDAÇOS DE BACON. E A GALINHA DEPOIS QUE HAVIA BOTADO UMA PORÇÃO DE OVOS , SE LIVROU DE SER CASTIGADA E LOGO EM SEGUIDA O FAZENDEIRO PREPAROU UM SABOROSO CAFÉ DA MANHÃ COM BACON E OVOS FRITOS COMO HAVIA PROMETIDO.
ASSIM QUE A GALINHA SE LIVROU DE SER SACRIFICADA, CONTINUOU CISCANDO E PROCURANDO MINHOCAS NA TERRA E VIVENDO A SUA VIDA NUMA BOA COMO SE NADA TIVESSE ACONTECIDO.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 423


Outros títulos do mesmo autor

Contos O CARRINHO DE ROLIMÃ Saulo Piva Romero
Poesias O RATINHO VIOLINISTA Saulo Piva Romero
Contos O JACARÉ BANGÃO E O COBRADOR DE IMPOSTOS Saulo Piva Romero
Contos O MICO DO REI Saulo Piva Romero
Contos A SALSICHA FUGITIVA Saulo Piva Romero
Contos TOCO E TOTÓ Saulo Piva Romero
Contos A CABANA NO DESERTO Saulo Piva Romero
Contos FLORA, O FOGO E A CHUVA Saulo Piva Romero
Contos OS PINCÉIS DA HELENICE Saulo Piva Romero
Contos PROCURA-SE UMA BERINJELA Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 243.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 68589 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55725 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44431 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44146 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43769 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 43112 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 42189 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41372 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 41331 Visitas
Amores! - 39870 Visitas

Páginas: Próxima Última