Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
A História “Urucungo” começa em 11 de julho de 1926
Tarsila do Amaral ,Raul Bopp
victor briaunys

Resumo:
Raul Bopp explora as solidões da memória,

A História “Urucungo” começa em 11 de julho de 1926. Tarsila do Amaral chama Oswald de Andrade para dar um pulo em seu estúdio, na rua Barão de Piracicaba. Assim que ele chega é levado até um esboço sobre a peça “A morta”, ela fez uma alegoria a Poe “O Corvo”, o personagem “Urubu” revela essa dubiedade    , mas não chega ao ponto de satisfaze-lo (....).
A certa altura pede ajuda. A Raul Bopp por telefone e convoca-o para o estúdio. Juntamente com Tarsila vai afinando idéias. Os dois escritores resolvem que aquela imagem não tinha força suficiente para ser o símbolo para a peça. Tarsila da o esboço a Raul Bopp.

Raul usa o esboço para fazer um poema chamado “Urucungo” que só foi publicado em 1932.
Raul Bopp explora as solidões da memória, as lembranças marcam os sofrimentos vividos de forma aguda em toda sua narrativa do poema

"Pai-João, de tarde, no mocambo, fuma
E as sombras afundam-se no seu olhar.
Preto velho afoga no cachimbo as lembranças dos anos de trabalho
que lhe gastaram os músculos.

Perto dali, no largo pátio da fazenda,
umbigando e corpeando em redor da fogueira,
começa a dança nostálgica dos negros,
num soturno bate-bate de atabaque de batuque.

Erguem-se das solidões da memória
coisas que ficaram no outro lado do mar.

Preto velho nunca mais teve alegria.

Às vezes pega no urucungo
e põe no longo tom das cordas vozes que ele escutou nas florestas africanas.

Dói-lhe ainda no sangue as bofetadas de nhô-branco.
O feitor dava-lhe às vezes uma ração de sol para secar as feridas.

Perto dali, enchendo a tarde lúgubre e selvagem,
a toada dos negros continua:

Mamá Cumandá
Eh Bumba.

Acubabá Cuebé

Eh Bumba."

Obra esta que só foi publicada pela insistência dos amigos Jorge Amado e Echenique. Bopp a eles enviou os poemas-negros juntamente com uma carta na qual fica expressa a decepção do poeta acerca da recepção de suas obras.


Biografia:
Número de vezes que este texto foi lido: 33771


Outros títulos do mesmo autor

Artigos A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS ESCOLAS victor briaunys
Biografias A História “Urucungo” começa em 11 de julho de 1926 victor briaunys


Publicações de número 1 até 2 de um total de 2.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
Faça alguém feliz - 33866 Visitas
camaro amarelo - 33860 Visitas
Amores! - 33856 Visitas
A menina e o desenho - 33833 Visitas
Desabafo - 33832 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 33828 Visitas
MENINA - 33827 Visitas
O que e um poema Sinetrico? - 33825 Visitas
sei quem sou? - 33822 Visitas
eu sei quem sou - 33817 Visitas

Páginas: Primeira Anterior Próxima Última