Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Manoel Pereira da Silva
Francisco Martins Silva

MANOEL PEREIRA DA SILVA, nasceu em 02 de agosto de 1931 no município de São Félix de Balsas – Maranhão e faleceu em 18 de julho de 2017 em Uruçuí – Piauí. Filho de Homero Pereira da Silva e Judite Guimarães. Era conhecido como Manoel do Homero. Casou-se com Eliza Martins Reis no ano de 1955 em São Félix de Balsas-MA, tiveram 14 filhos, dois faleceram ainda na infância. Foi em São Félix de Balsas que viveu maior parte de sua vida como pai de família, atuando como comerciante e político. Ao engajar-se na vida política contribuiu efetivamente na luta pela emancipação do município de São Félix de Balsas enquanto pertencia ao município de Loreto – MA. Atuou como vereador por vários mandatos, dentre eles, como vereador do município de Loreto na gestão de Antonio Martins Reis (Tonico Martins) década de 1950, e São Félix de Balsas após a emancipação nas gestões de prefeito Francisco Martins Santos (Santos Martins) de 1963 a 1968; do prefeito José de Arimateia Barros de 1969 a 1972; do prefeito João Martins de 1973 a 1976. Foi proprietário de um motor (barco) transportando pessoas e mercadorias entre os municípios de São Félix de Balsas, Loreto e Uruçuí. Residiu em Uruçuí – PI de 1979 a 1982, lugar em que fez muitos amigos e trabalhou como comerciante, sendo que em 1982 foi o ano em que regressou a São Félix de Balsas. Foi eleito prefeito municipal de São Félix de Balsas pelo partido do PDS em 1982, tendo como vice-prefeito Antonio Martins (Toinho Danona), para uma gestão de 6 (seis) anos, de 1983 a 1988 prestando seu relevante trabalho administrativo ao município. Em sua gestão de prefeito desenvolveu inúmeros trabalhos como calçamento de ruas, principalmente a rua Grande, principal rua da cidade; construção de escolas na zona rural, reformas de escolas na zona urbana, sobretudo, da escola Augusto Martins; na educação além da construção de escolas trouxe ao município o CURSO EDURURAL para formação e capacitação de professoras(es) e, posteriormente trazendo ao município o curso de ensino de segundo grau com magistério, fundando a Escola Normal Tonico Martins, construiu um prédio para o Grupo Escolar Raimundo Martins Reis (Senhorzinho), prédio este que depois por muito tempo passou a funcionar como Hospital Sebastião Martins;possibilitou a nomeação e estabilidade para professoras da rede estadual de ensino junto ao governo do estado; promoveu ao município com uma Agencia do antigo Banco Nacional trazendo melhores condições econômicas ao município. Por ser em uma cidade pequena, uma de suas bandeiras de luta era a permanência de médico residindo na cidade como forma de dar melhor assistência à população. Ficou carinhosamente chamado pelos populares de TITIO, um prefeito amigo do povo. Recebeu como PRÊMIO o certificado de um dos 21 melhores prefeitos do Estado do Maranhão, certificado concedido pela INFORBRÁS em 1987; recebeu o TÍTULO DE PREFEITO EXPRESSÃO NACIONAL – Coruja 1986 pelo JORNAL CORREIRO DO RECIFE em 1986. Após o termino do mandato de prefeito, permaneceu em São Félix de Balsas até 1996, ano em que voltou a residir em Uruçuí – PI. Nos anos de 2003 a 2008 viveu em Balsas – MA, permanecendo bons tempos próximo a alguns de seus filhos a residirem na referida cidade, e no ano de 2008 retorna a São Félix de Balsas. Em 2013 retorna a Uruçuí PI, ano que ocorreu o falecimento da sua esposa Eliza Martins Reis. Viveu em Uruçuí PI até julho de 2017 quando faleceu. Deixou exemplos de honestidade, luta e trabalho.



Biografia:
Francisco Martins Silva (10 de dezembro de 1974) São Félix de Balsas – Maranhão. Reside em Uruçuí – Piauí. Professor, escritor e poeta. Compõe poemas, contos, crônicas e ensaios. É membro Correspondente da Academia de Letras de Teófilo Otoni – MG-Brasil, Patrono: Luiz Almeida Cruz; Membro Titular da Litteraria Academiae Lima Barreto cadeira nº 43 do Rio de Janeiro-Brasil; Membro Corresponde Imortal da Academia Luminescência Brasileira (Ciências, Letras e Artes) ALUBRA – cadeira nº 23, Araraquara – SP-Brasil, Patrono: Pio Lourenço Correa; membro correspondente da Academia de Letras e Artes de Fortaleza – ALAF – CE - Brasil, Patrona: Cora Coralina; membro da Academia Mundial de Cultura e Literatura – AMCL, cadeira nº 47, Patrono: Gonçalves Dias, Rio de Janeiro – Brasil; membro correspondente da Academia Pan Americana de Letras e Artes do Rio de Janeiro e membro do Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires - Argentina. Autor do livro Um tributo à natureza pela editora Câmara Brasileira de Jovens Escritores – RJ. Autor da peça de Teatro “Uma ciranda no bosque”. Autor da peça de Teatro “A Senhora dos Livros” da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Autor do conto “A Barca” da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Autor da crônica “Um abraço ao Lago das Águas Claras” da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Autor de “Cirandas Poéticas” – Poesias, da coleção Cirandas para Gostar de Ler. Recebeu a Medalha de Mérito Literário da Litteraria Academiae Lima Barreto. Rio de Janeiro. Recebeu a Láurea troféu Maestro Wilson Dias da Fonseca pela Academia de Ciências, Letras e Artes - ALUBRA – Araraquara – SP. Recebeu o troféu Evita Perón pelo Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires - Argentina. - É Embaixador pela defesa da paz mundial, direito das mulheres e pela cultura sem fronteiras pelo Núcleo de Letras e Artes de Buenos Aires - Argentina. - É Comendador – Ordem do Mérito Cultural Carlos Gomes pela Sociedade Brasileira de Artes, Cultura e Ensino - SBACE – São Paulo.
Número de vezes que este texto foi lido: 33770


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Teatro de Solidão Francisco Martins Silva
Biografias Manoel Pereira da Silva Francisco Martins Silva
Teatro São Félix, um santo que já foi príncipe Francisco Martins Silva
Teatro Uma ciranda no bosque Francisco Martins Silva
Crônicas A globalização das artes Francisco Martins Silva
Artigos Educação Global Francisco Martins Silva
Contos A Barca Francisco Martins Silva
Frases quem são os mestres Francisco Martins Silva
Crônicas Escravatura e abolição – Heróis e heroínas por libertação Francisco Martins Silva
Contos O vale dos cravos Francisco Martins Silva

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 11.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 34854 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 34801 Visitas
LÍRIO - Alexsandre Soares de Lima 34716 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 34708 Visitas
Como posso desenvolver uma campanha de marketing - Antonio 34707 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 34703 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 34695 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 34664 Visitas
Um dia serei algo - José Rony de Andrade Alves 34663 Visitas
A Carta Gelada - José Rony de Andrade Alves 34646 Visitas

Páginas: Próxima Última