Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
O CARRINHO DE ROLIMÃ
Saulo Piva Romero

HOUVE UM TEMPO EM QUE OS MORADORES DO BAIRRO ALÉM DA PONTE RESOLVERAM REINVENTAR UMA DIVERTIDA BRINCADEIRA DA INFÂNCIA DE MUITOS PAIS QUE MORAVAM ALI.
ASSIM OS PAIS REVOLVERAM ORGANIZAR UM GRANDE PRÊMIO COM CARRINHOS DE ROLIMÃ PARA AO MESMO TEMPO MATAREM A SAUDADE DOS TEMPOS DE CRIANÇA COMO TAMBÉM TIRAR OS FILHOS DA FRENTE DOS JOGOS DE COMPUTADORES.
OS PAIS DECIDIRAM QUE IRAM CONSTRUIR OS SEUS PRÓPRIOS CARROS JUNTAMENTE COM OS SEUS FILHOS.
ENTÃO, A GAROTADA FICOU MUITO ANIMADA E FORAM CURTINDO TODAS AS ETAPAS DA CONFECÇÃO DE SEUS CARRINHOS DE ROLIMÃ. POIS, PARA ELES AQUILO ERA UMA GRANDE NOVIDADE, POIS, CONFECCIONAR UM CARRINHO DE ROLIMÃ DAVA CERTO TRABALHO, PORQUE TINHA DE CORTAR A MADEIRA, LIXAR, PINTAR... MAS VALIA MUITO A PENA.
AS CRIANÇAS FAZIAM A MAIOR ALGAZARRA ENQUANTO AJUDAVAM OS SEUS PAIS NA MONTAGEM DO CARRINHO.
MAS UMA DUPLA SE DESTACAVA DAS DEMAIS, POIS, MAX CONVIVEU COM A MAGIA DOS CARRINHOS DE ROLIMÃ DESDE PEQUENO, POIS, A PAIXÃO PELOS CARRINHOS DE ROLIMÃ, JÁ VINHA DESDE OS TEMPOS DE SEU AVÔ NONATO E CONTINUOU SEU GERÔNIMO, SEU PAI.
PARA O MAX ESSE PROCESSO DE FABRICAR O SEU PRÓPRIO CARRINHO DE ROLIMÃ DEPOIS DE TANTOS ANOS É O QUE FAZIA DELE AINDA MAIS ESPECIAL, POIS, ELE CONTAVA COM A AJUDA DO SEU FILHO HUGO COM APENAS OITO ANOS, POIS, QUANDO SEU GERÔNIMO CONSTRUIU O DELE, ERA MAX QUE ESTAVA AO SEU LADO APRENDENDO PASSO A PASSO A MONTAGEM DE UM CARRINHO DE ROLIMÃ.
AGORA ERA A VEZ DE MAX ENSINAR AO PEQUENO HUGO TUDO O QUE HAVIA APRENDIDO COM SEU PAI, POIS, ERA NECESSÁRIO QUE ELE ESTIVESSE AO LADO DE HUGO, POIS, ELE PRECISARIA DA SUA AJUDA, POIS, ELE ERA MUITO PEQUENO PARA MANUSEAR FERRAMENTAS COMO FURADEIRA E MARTELO, E COMO SÃO COISAS PERIGOSAS, NÃO ERA ACONSELHADO QUE O MENINO TENTASSE SOZINHO.
MAX E HUGO ERA UMA AUTÊNTICA DUPLA DINÂMICA FEITO BATMAN E ROBIN, POIS, ELES ERAM TÃO LIGADOS PELA CUMPLICDADE QUE DECIDIRAM CONSTRUIR UM CARRINHO DE ROLIMÃ IGUALZINHO AO QUE MAX TINHA QUANDO ERA CRIANÇA.
PARA MAX ERA MUITO IMPORTANTE ESTAR PREPARANDO UM CARRINHO PARA PODER SE DIVERTIR SEMPRE COM O FILHO, O HUGO, DE OITO ANOS E ELES SE ESFORÇAVAM PARA QUE O SEU SUPER CARRINHO TIVESSE DIREITO A VOLANTE E BANCO.
ASSIM DEPOIS DE DOIS MESES DE TEREM PASSADO A MAIOR PARTE DO DIA TRANCADOS NA GARAGEM DA CASA FINALMENTE O SUPER ROLIMÃ HAVIA FICADO PRONTO.
ENTÃO MAX E HUGO JÁ ESTAVA PRONTO PARA DISPUTAR O GRANDE PRÊMIO DE CARRINHO DE ROLIMÃ QUE A PREFEITURA DE SOROCABA HAVIA PROGRAMADO.
ESSA CORRIDA ERA A OPORTUNIDADE PARA QUE OS PAIS DO BAIRRO ALÉM DA PONTE PUDESSEM COMPARTILHAR AS SUAS EXPERIENCIAS COM OS SEUS FILHOS PORQUE A PARTIR DESSA CORRIDA AS NOVAS GERAÇÕES COMEÇARIAM A CONHECER O TAL DO CARRINHO DE ROLIMÃ E USUFRUIR DAS EMOÇÕES E AVENTURAS QUE ELE PODERIA PROPORCIONAR.
ASSIM O DIA TÃO AGUARDADO CHEGOU. O CÍRCUITO DE RUA MONTADO NO BAIRRO ALÉM DA PONTE ESTAVA LOTADO. TODOS OS MORADORES ESTAVAM ANSIOSOS PARA ASSISTIR A TÃO AGUARDADA DISPUTA DE CARRINHOS DE ROLIMÃ.
OS PILOTOS JÁ ESTAVAM SENTADOS COM AS MÃOS NO VOLANTE E FORAM INFORMADOS QUE OS PAIS E SEUS FILHOS SE REVEZARIAM NO VOLANTE A CADA VOLTA. ENTÃO, A SORTE ESTAVA LANÇADA E ASSIM QUE A BANDEIRA QUADRICULADA SE AGITOU A CORRIDA SE INICIOU E ENTÃO A ADRENALINA ERA O QUE NÃO FALTAVA NAQUELE CÍRCUITO, QUE TINHA CENTO E CINQUENTA METROS DE DESCIDA QUE CHEGAVA A UMA VELOCIDADE DE ATÉ 120 QUILÔMETROS POR HORA.
A CORRIDA CONTAVA COM QUINZE DUPLAS DE COMPETIDORES E DENTRE ELES ESTAVA MAX E SEU FILHO, HUGO.
A CORRIDA ESTAVA EMOCIONANTE, OS CARRINHOS DE ROLIMÃS MANOBRAVAM E SUBIAM E DESCIAM A TODA VELOCIDADE E COM O PASSAR DO TEMPO, MUITOS CARINHOS SE CHOCAVAM E AS DUPLAS SAÍAM DE DISPUTA, MAS, MAX E O PEQUENO HUGO CONTINUAVA FIRME E FORTE PELO TROFÉU DO GRANDE PRÊMIO ALÉM DA PONTE.
O NARRADOR DA SUPER CORRIDA DE ROLIMÃ A ESSA ALTURA DA CORRIDA JÁ ESTAVA ROUCO DE TANTO VIBRAR COM O RUMO AVENTUREIRO DOS PILOTOS AO VOLANTE DE SEUS CARRINHOS QUE JÁ NÃO CONSEGUIA MAIS SEGURAR O MICROFONE NAS MÃOS.
NESSE MOMENTO A CORRIDA SE APROXIMAVA DO SEU FINAL E SÓ DUAS DUPLAS PERMANECIAM NA PISTA. MAX E O PEQUENO HUGO COM O SEU SUPER CAVALO DO ASFALTO COMO ERA APELIDADO O SEU MODERNO CARRINHO DE ROLIMÃ E FABRÍCIO E SEU FILHO ÉMERSON COM O SEU MARAVILHOSO TRIPLO X, O VENCEDOR DO ANO PASSADO.
A DISPUTA PELO PRIMEIRO LUGAR ESTAVA EMOCIONANTE, CABEÇA A CABEÇA QUANDO OS PAIS PASSARAM A PILOTAGEM DOS ROLIMÃS PARA OS SEUS FILHOS.
ELES ENTRARAM NA ÚLTIMA E DECISIVA VOLTA E ÉMERSON LEVAVA UMA LIGEIRA VANTAGEM SOBRE HUGO, MAS, ELE ESTAVA DETERMINADO A GANHAR ESSA CORRIDA JUNTO COM MAX. SEU PAI. ENTÃO, HUGO PENSOU E CONCLUIU QUE O FABRÍCIO E O FILHO DELE ERA DOIS GRANDES PILOTOS EXCEPCIONAIS, MAS QUE ELE E SEU PAI ESTAVAM DETERMINADOS A GANHAR O AVENTUREIRO E EMOCIONANTE GRANDE PRÊMIO ALÉM DA PONTE.
ASSIM ELE ACELEROU FORTE AUMENTANDO A VELOCIDADE DO SEU MAGNÍFICO CAVALO DO ASFALTO E QUANDO ESTAVA PRESTES A ULTRAPASSAR O CONCORRENTE, UMA DAS RODINHAS ESCAPOU E O PEQUENO HUGO VIU O CARRINHO TRIPO X CRUZAR A LINHA DE CHEGADA E RECEBER A BANDEIRA QUADRICULADA.
ENTÃO, HUGO COM APENAS OITO ANOS COMEÇOU A CHORAR E A SE LAMENTAR PELO FATO DE TER PERDIDO AQUELE GRANDE PRÊMIO APENAS POR UM DETALHE.
LOGO EM SEGUIDA MAX, SEU PAI ENTROU NA PISTA E PEGOU NA MÃO DO PEQUENO HUGO E VENDO O ROSTO DELE MUITO ABATIDO PELA DECEPÇÃO DE NÃO TER VENCIDO A CORRIDA, ENTÃO, MAX QUE ERA UM PAI MUITO AMOROSO, DISSE AO FILHO.
- HUGUINHO NÃO SE SINTA CULPADO POR NÃO TER VENCIDO A CORRIDA, POIS, SABER PERDER TAMBÉM  FAZ PARTE NA NOSSA VIDA, POIS, O MAIS IMPORTANTE É QUE A CORRIDA DE ROLIMÃ QUE NÓS DISPUYAMOS HOJE SERVIU PARA UNIR OS MORADORES DO BAIRRO EM QUE MORAMOS E TAMBÉM PARA NOS PROPORCIONAR MUITA DIVERSÃO E ALEGRIA.
ENTÃO, MAX E HUGO CONTINUOU CAMINHANDO DE MÃOS DADAS E FELIZES POR TER A PRECIOSA OPORTUNIDADE DE APRESENTAR O MARAVILHOSO MUNDO DOS DIVERTIDOS CARRINHOS DE ROLIMÃ, POIS, ENQUANTO ESSES MENINOS ESTIVEREM NAQUELE CÍRCUITO DETERMINADOS A SUPERAR TODAS AS DIFICULDADES PARA GANHAR O TÃO SONHADO CANECO, JAMAIS SE DESVIARÃO DO CÍRCUITO ONDE SEMPRE O AMOR TRIUNFA SOBRE TODAS AS COISAS.


Biografia:
Saulo Piva Romero, professor de Língua Portuguesa e Poeta, 46 anos. Nasceu em São Paulo no dia 9 de março de 1972. Começou a escrever poesias aos 18 anos. É formado em Letras pelas Faculdades Associadas do Ipiranga com Licenciatura Plena em Língua Portuguesa, Inglesa e Literatura.Em 2000 publicou seu primeiro livro Vida, amor e esperança.
Número de vezes que este texto foi lido: 81


Outros títulos do mesmo autor

Contos A ESTRELA DE DAVI Saulo Piva Romero
Contos O CARRINHO DE ROLIMÃ Saulo Piva Romero
Poesias O RATINHO VIOLINISTA Saulo Piva Romero
Contos O JACARÉ BANGÃO E O COBRADOR DE IMPOSTOS Saulo Piva Romero
Contos O MICO DO REI Saulo Piva Romero
Contos A SALSICHA FUGITIVA Saulo Piva Romero
Contos TOCO E TOTÓ Saulo Piva Romero
Contos A CABANA NO DESERTO Saulo Piva Romero
Contos FLORA, O FOGO E A CHUVA Saulo Piva Romero
Contos OS PINCÉIS DA HELENICE Saulo Piva Romero

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 244.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 69760 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55977 Visitas
IHV (IAHU) e ISV (IASHUA) - Gileno Correia dos Santos 49518 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 44709 Visitas
viramundo vai a frança - 44646 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 44338 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43953 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 43557 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 42011 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 41600 Visitas

Páginas: Próxima Última