Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Poesia marxista
Caliel Alves dos Santos

Aprendi mais com o Rage Against The Machine
Do que nas aulas de História
Do presente ao passado
Do passado para a glória
Da glória ao presente
E do presente à História.

O mundo dicotômico
Dividindo em um binômio
Opressores e oprimidos
Isso não é algo irônico?
A ideologia dominante
É o que te deixa catatônico
O governo solipista
É um grande elefante branco
Faz da economia global
Um playground dos bancos
Zonas de Dólar, Zona do Euro
O perigo tem uma cor
E foi pintado de vermelho
Esse espectro assustador
Se tornou um expectador
Pois na hora de atravessar
Pro outro mundo
Quebrou o seu espelho
Divisão de classes
Modos de produção
Muita alienação
Guerra, desemprego
E desnutrição
O mundo bipolarizado
Decretaram o fim da história
Mas o destino não foi selado
A gente só se revolta,
Mas se estiver embriagado
Precisamos de combustível
Por isso que usamos álcool
O brasileiro tem fetiche masoquista
Mesmo com várias ditaduras?
Formem mais historiadores
Contratem mais arquivistas.

Aprendi mais com o Rage Against The Machine
Do que nas aulas de História
Do presente ao passado
Do passado para a glória
Da glória ao presente
E do presente à História.


Biografia:
Caliel Alves nasceu em Araçás/BA. Desde jovem se aventurou no mundo dos quadrinhos e mangás. Adora animes e coleciona quadrinhos nacionais de autores independentes. Começou escrevendo poemas e crônicas no Ensino Médio. Já escreveu contos, noveletas, resenhas e artigos publicados em plataformas na internet e em algumas revistas literárias. Desde 2019 vem participando de várias antologias como Leyendas mexicanas (Dark Books) e Insólito (Cavalo Café). Publicou o livro de poemas Poesias crocantes em e-book na Amazon.
Número de vezes que este texto foi lido: 33761


Outros títulos do mesmo autor

Resenhas Azul sempre foi a cor mais quente Caliel Alves dos Santos
Releases Zumbi, mais que ação, um ideal Caliel Alves dos Santos
Releases Arqueologia Pop – VAN Caliel Alves dos Santos
Resenhas Arqueologia Pop – Kroma! Caliel Alves dos Santos
Releases Arqueologia Pop – Nova Ventura Caliel Alves dos Santos
Resenhas Arqueologia Pop – Blood Crystals Caliel Alves dos Santos
Resenhas Quando o caçador vira a sua própria presa Caliel Alves dos Santos
Resenhas Só nos sobraram os espinhos Caliel Alves dos Santos
Resenhas Caçando demónios por aí Caliel Alves dos Santos
Resenhas Caçadores de emoções... e aventuras Caliel Alves dos Santos

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 111.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
viramundo vai a frança - 34017 Visitas
O Trenzinho - Carlos Vagner de Camargo 33980 Visitas
Como posso desenvolver uma campanha de marketing - Antonio 33958 Visitas
A Carta Gelada - José Rony de Andrade Alves 33943 Visitas
Na caminhada do amor e da caridade - Rosângela Barbosa de Souza 33941 Visitas
Pensamento 21 - Luca Schneersohn 33940 Visitas
Um dia - Luca Schneersohn 33936 Visitas
Solidão que nada - Morgana Bellazzi de Oliveira Carvalho 33929 Visitas
Guerra suja - Roberto Queiroz 33926 Visitas
A PRAIA DO PROGRESSO - Rosângela Barbosa de Souza 33924 Visitas

Páginas: Próxima Última