Login
E-mail
Senha
|Esqueceu a senha?|

  Editora


www.komedi.com.br
tel.:(19)3234.4864
 
  Texto selecionado
Banha(dor) da Alma
Bia Nahas

A água cai como cachoeira.
O ruido acalma como o de uma chaleira.
A sujeira desce pelo ralo.
O sabão limpa todo o cansaço.

A esponja é com afinco esfregada
Em cada canto do corpo em mágoa
Para toda a ferida ser cicatrizada
Com o sabão, o shampoo e a água.

O sabão passa por cada região
Desde o peito ao coração
Limpando o exterior e o interior
Como uma reforma íntima da dor.

O Banha(dor) limpa como ninguém
A mente que volta e meia não está bem.
Toda noite, tarde e dia
banha-se para a rotina.

Cada banho é uma conquista.
O sabão desimpregna a energia negativa.
O shampoo deixa a mente com a consciência limpa.
O condicionador os pensamentos suaviza .

E a água como uma cachoeira
Lá do alto vem com sua fortaleza
Retirando todas as impurezas
Do cotidiano que atormenta.

Impurezas que pesam.
Impurezas que nos aceleram.
Impurezas que não perdoa.
Impurezas que nos doa.

A cachoeira limpa
O indivíduo que se permita
Tomar um banho em sua casa de luz
Em cada momento que reluz.

Cada banho é uma reluzente alegria
Ao indivíduo que se atenta e se cativa
Por pequenas alegrias singelas prazerosas
Que deixam nosso dia com sensações gostosas.

O Banha(dor) não se prende a grandes coisas
Nem a estar com externas pessoas
Porque é o bastante se ver feliz
Ao acompanhar todo o cicatrizar de cada cicatriz...

Banhador - neologismo = aquele que limpa a sua dor com o seu banho. Não existe essa palavra na língua portuguesa. Mas achei que combinava com a ideia do poema.


Biografia:
Oi, gente! Sou a Bia. Tenho 22 anos. Moro em São Paulo capital. Estou fazendo faculdade de psicologia. Cada poema é muito especial e único, pois expresso alguma inquietação social ou pessoal. Faço encomendas de poesias. Quem quiser me conhecer, será um prazer. Mande um e-mail que eu respondo. Email para contato: nahasbeatriz@gmail.com Meu blog pessoal de poesias: www.rumoaminhamente.blogspot.com.br Twitter: @Bia__Nahas
Número de vezes que este texto foi lido: 210


Outros títulos do mesmo autor

Poesias Não Volto Bia Nahas
Poesias Sombra Bia Nahas
Poesias Segunda Cartinha a Você Bia Nahas
Poesias Uma Cartinha a Você Bia Nahas
Poesias A Fada e o Gnomo Bia Nahas
Poesias Sinal de Vida Bia Nahas
Poesias Dois Ambulantes Bia Nahas
Poesias Desejo a nós Bia Nahas
Poesias Uma Cama Gritou (+18) Bia Nahas
Poesias Era Fácil Bia Nahas

Páginas: Próxima Última

Publicações de número 1 até 10 de um total de 327.

  Envie este texto por e-mail
Digite seu nome:
Digite seu endereço de e-mail:
Digite o nome do destinatário do e-mail:
Digite o endereço de e-mail do destinatário:

escrita@komedi.com.br © 2020
 
  Textos mais lidos
The crow - The Wiki World - The Crow 66294 Visitas
A Arte De Se Apaixonar - André Henrique Silva 55175 Visitas
Minha namorada - Jose Andrade de Souza 43713 Visitas
Reencontro - Jose Andrade de Souza 43341 Visitas
PÃO E CIRCO - Tércio Sthal 42959 Visitas
haicai - rodrigo ribeiro 40880 Visitas
OS ANIMAIS E A SABEDORIA POPULAR - Orlando Batista dos Santos 39861 Visitas
Amores! - 38267 Visitas
Amor e Perdão - Amilton Maciel Monteiro 38043 Visitas
Desabafo - 37509 Visitas

Páginas: Próxima Última